quinta-feira, 12 de junho de 2008

Notícias de suma importância para a a vida de todos nós

Deu no EGO, site de fofocas da globo: "Mulher Melancia é adepta do tapa cofrinho". Vergonha alheia da jornalista Luciana Tecidio, que escreveu e teve de assinar esse tratado sobre a peculiaridade humana, e também da própria Mulher Melancia (que eu insisto em grafar melância toda vez), que teve de tirar essa foto em ângulo que não a propicia, com o rego coberto por uma vela de navio e a pelanca detrás do braço em evidência.


Se ao invés de ser um ícone sexual botanicoantropomorfizado ela tivesse tema de bichinho, qual seria o apelido da supra-citada? Mulher Esquilo Voador ou Mulher Sharpei?)


Preparem-se, está chegando o maior evento de vergonha alheia do mês.


São Paulo terá passeio ciclístico nudista no sábado
Proposta é pedalar com corpos pintados, após concentração na Praça do Ciclista


Carolina Spiralli, do estadão.com.br


O World Naked Bike Ride, evento que congrega ciclistas nus em pelo menos 60 cidades do mundo, será realizado em São Paulo pela primeira vez, no próximo sábado, 14. A concentração será ao meio-dia na Praça do Ciclista na Avenida Paulista, próximo à rua da Consolação . Logo após, a partir das 14 hORAS, está marcado um passeio com trajeto a ser definido um pouco antes no próprio dia.

Com o lema "As bare as you dare", ou "quão nu você ousar" , os participantes incentivam o nudismo como forma de mostrar a fragilidade dos ciclistas no trânsito. A proposta dos participantes do evento, que não tem organizadores, é pintar os corpos e chamar a atenção. Quem trafegar pelo local terá a oportunidade de refletir sobre o uso da bicicleta como veículo alternativo e não poluente.

Cicloativista há pelo menos 10 anos, André Pasqualini, afirma que o evento busca lutar contra a cultura pró-carro que acaba vitimando pedestres e ciclistas e não privilegia o espaço público. "Vamos pedalar pelados para demonstrar a fragilidade que sentimos. Estamos desprotegidos e desprovidos de apetrechos como freios ABS, barra de proteção lateral, cinto e air bags. Contamos apenas como o próprio corpo para sermos vistos e respeitados", defende.

Outro cicloativista, Aylons Hazzud, afirma que deverá ir de cueca até o local. Sua namorada deverá estar mais comportada, antecipa. "Lá deverei estar mais a vontade para poder tirar a roupa, usando a pintura", afirma. "Os motoristas nos ignoram. Eles não reparam nenhum pouco na gente e por isso estamos partindo para um evento mais radical, saindo nus em busca de respeito", diz.

Com a atividade, São Paulo se junta a cidades como Berlim, Bruxelas, Madri, Paris e países como Itália, Holanda, México, Reino Unido, Canadá, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Em todas essas locais ciclistas lutam contra a dependência dos combustíveis fósseis, a cultura do uso exclusivo de carros, pelos direitos dos ciclistas a terem condições adequadas de trafegabilidade, assim como demonstração dos riscos corridos pelos usuários de bicicleta, além do uso do corpo livre. Uma das cidades precursoras do evento no mundo foi Zaragoza, em 2001, em protesto por melhores condições de tráfego.
P.S.: Participe você também!

terça-feira, 10 de junho de 2008

Uma ode à vergonha alheia

Lembra do Jean Claude Van Damme? O campeão da filmografia kickboxer dos anos 80/90? Pois é, o cara anda sumido. A gente pensa que ele deve ter cheirado todo o dinheiro que ganhou, que está com a família destruída e ficando meio maluco. O pior é que é verdade, e ele resolveu estrelar um filme sobre isso - uma verdadeira ode à própria ridicularidade. "JCVD", do diretor Mabrouk El Mechri, estreou este ano na França e conta a história de um astro decadente, viciado em cocaína, que perdeu a guarda do filho na Justiça e volta à Bélgica para descansar das patadas da vida. Pelos trailers, a gente vê um cara que morre de vergonha de um dia ter tido sua imagem de regatinha apertada projetada ao redor do mundo inteiro, louco pra dar uns tiros (dos dois tipos).

Segue o trailer:



E pra não perder o objetivo do blog, segue o Van Damme em visita ao Brasil, no programa do Gugu, vítima de uma ereção inoportuna enquanto dança a conga com a gretchen:


Soletrando???

Cheio de moral, o apresentador Luciano Huck e a TV Globo resolveram fazer o tal concurso de soletração. Jovens de todo o país se inscreveram e puderam dar demonstrações de conhecimento da língua portuguesa em rede nacional. O apresentador e a TV, porém, não puderam fazer o mesmo.... Excelente exemplo de VERGONHA ALHEIA!!!! http://www.youtube.com/watch?v=esPxHh1rsMo

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Timão e-ô; tchibum na lamaceira e dengue

A princípio, ficamos chocados com a informação de que o deputado federal Vicentinho havia contraído dengue em uma viagem a Acari, no Rio Grande do Norte. Depois, descobrimos que enquanto estava lá, o nobre parlamentar resolveu visitar o "tancão" da gargalheira - basicamente uma poça d'água parada de tamanho gigante bem no meio de uma das regiões mais úmidas e quentes do país. Pensamos, "poxa, faltou bom-senso, ele é meio culpado disso". Então descobrimos o quê ele fez no tancão. Bom, fico sem palavras. Segue o relato fotojornalístico:

A chegada: devidamente uniformizado, com camisa, calção, meião e chuteiras.

Com o prefeito: tragédia anunciada.

Primeiro os mais amigos do presidente Lula!

O salto número 13

E o prefeito, convulsionando no ar: sunga sinalizada para ajudar a equipe de resgate (embora existam pontos em que, sinceramente, não tem mais salvação).

Ai, o horror, o horror...

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Amigoô!

O prêmio vergonha alheia do dia com certeza vai para o cantor (e dançarino) Latino, e seu novo "sucesso", "Amigo Fura olho".

Veja o clipe aqui! (Se prepare e seja forte. Vale a pena ver até o final!)

Essa obra da música popular brasileira tem frases de peso então, depois de ver o clipe, confira abaixo a transcrição de alguns dos melhores trechos.

"Ela sabia que era loucura toda essa pegação"
"Sai com a tua mulher! Sai, sai, sai, sai, sai, sai com tua mulher"
"Quantos lencóis ela sujou!"

Entrevista vergonhosa


Inaugurando esse blogue que pretende, resumidamente, registrar casos ou situações em que a gente sente vergonha no lugar da pessoa envolvida, registro aqui uma declaração do secretário de Comunicação de São Bernardo do Campo (SP), Raimundo Salles, do DEM (foto), ao jornal Diário Regional. Lambendo as feridas pela implosão da chapa governista para as eleições deste ano, que terminou com o ex-prefeito Maurício Soares (PSB) abandonando a pré-candidatura e declarando apoio ao PT, Salles falou um monte de besteiras e ainda o fez de forma chula e grosseira. Confira:

"O ex-prefeito Maurício Soares tinha tudo para ser um príncipe, mas virou um sapo. É um bom administrador, um homem decente, mas é o político mais chato que já conheci até hoje."

A pessoa dizer a um jornal que seu desafeto é um sapo e ainda acrescentar que o sujeito é chato é realmente passar vergonha em público. Faça-me o favor...

Ps.: A foto desse post registra mais um momento de "vergonha alheia" relativo a Raimundo Salles: em uma das edições de seu programa de TV, a legenda com "Imprenssa" (isso mesmo, escrito com dois S) ficou o tempo todo no ar. Patético.